Escolha uma Página

Descobertas entradas para a parte subterrânea da Área 51

Há muito mais na Área 51 do que podemos imaginar.

Foto: Google Earth

Um usuário do Google Earth identificou o que parecem ser várias entradas de túneis subterrâneos dentro da região que abriga a famosa Área 51.

 

Existem poucos lugares na Terra tão notoriamente secretos quanto a Área 51 – uma instalação remota no deserto de Nevada que se tornou sinônimo de histórias de tecnologia alienígena de engenharia reversa e de desenvolvimento de projetos ocultos altamente avançados, dos quais quase ninguém sabe nada.

 

No entanto, graças à tecnologia de imagens de satélite, tornou-se cada vez mais possível obter uma vista aérea da base e de seus

arredores usando o serviço de mapeamento online gratuito do Google.

 

Às vezes, o estudo desses mapas pode até revelar detalhes inéditos sobre a base. Este exemplo mais recente, cortesia do canal FindingUFO, do YouTube, sugere a presença de uma instalação subterrânea significativa nas proximidades da Área 51, como evidenciado pelo que parecem ser entradas de túneis encontradas em dois locais, com estradas que levam a eles e carros estacionados do lado de fora.

 

Embora a pareidolia possa ser uma questão importante ao examinar imagens de satélite, neste caso realmente parece que existem entradas de túneis esculpidas na encosta das colinas.

Se for verdade, a Área 51 pode ser muito mais extensa do que parece na superfície.

 

A técnica de ótica adaptativa é usada para remover a desfocagem atmosférica que distorce as imagens astronômicas. Com o novo sensor infravermelho e um controlador em tempo real, o sistema de óticas adaptativas do Observatório Keck é capaz de fornecer imagens mais nítidas e detalhadas.

 

“As imagens do sistema PDS 70, capturadas pela equipe de Wang, estão entre os primeiros testes da qualidade científica produzidos pelo novo sensor do Keck,” disse a cientista de óticas adaptativas Charlotte Bond, que desempenhou um papel fundamental no design e instalação da tecnologia. “É excitante ver a precisão com que o novo sistema de óticas adaptativas corrige a turbulência atmosférica de objetos empoeirados, como as estrelas jovens em torno das quais os protoplanetas devem residir, como estrelas permitindo a visão mais limpa e nítida de versões bebês do nosso Sistema Solar.”

Confira nosso canal no Youtube!

Faça sua doação ao Fraternidade Cósmica!

Nosso grupo precisa do seu apoio para que possamos oferecer a vocês os melhores conteúdos e eventos sobre Ufologia e Espiritualidade! Qualquer ajuda é bem-vinda