Café com Ufos
 
Livros - Lançamentos e Dicas de Leitura
 
Entrevistas com Autores
 
Fotos de OVNIs
 
Casos Ufológicos
 
Galeria de Fotos
 
Vídeos Ufológicos
 
 
 
Clima
 
Evangelização Espírita Infantojuvenil

Tais questões - centrais para a tarefa junto à infância e à juventude - nos instigam a buscar subsídios que auxiliem na realização da ação evangelizadora de modo eficiente e consciente.

De forma sintética, porém fundamentada, esperamos compartilhar importantes reflexões acerca da nobre tarefa da Evangelização, visando dinamizá-la e fortalecê-la no âmbito das instituições espíritas.

As respostas foram extraídas do folder "Evangelização Espírita Infantojuvenil - Semear é confiar na colheita", produzido pela FEB em comemoração dos 35 anos da Campanha Permanente de Evangelização Espírita Infantojuvenil.

Confiantes em que "tendo sido semeado, cresce" (Jesus - Marcos, 4:32), permaneçamos, assim, ativos e unidos nessa semeadura de amor.


A Evangelização e o Evangelizador. O que é Evangelização Espírita Infantojuvenil?

[...] educar uma criança e um jovem à luz do Espiritismo é semear luz pelos caminhos do futuro ... Evangelização Espírita Infantojuvenil é toda a atividade voltada ao estudo da Doutrina Espírita e à vivência do Evangelho de Jesus junto à criança e ao jovem.

Sua ação visa:
- promover a integração do evangelizando consigo mesmo, com o próximo e com Deus;

- proporcionar o estudo da lei natural que rege o Universo e da "natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal"; (KARDEC, Allan. O que é o Espiritismo. 2. reimp. Rio de Janeiro: FEB, 2011. Preâmbulo.)

- oferecer ao evangelizando a oportunidade de perceber-se como ser integral, crítico, consciente, participativo, herdeiro de si mesmo, cidadão do Universo, agente de transformação de seu meio, rumo a toda perfeição de que é suscetível.

Na Instituição Espírita, a atividade de Evangelização abrange as aulas de evangelização espírita, momento especial de convivência, aprendizado, reflexão, compartilhamento de experiências e construção de vínculos de amizade e de fraternidade entre as crianças e os jovens frequentadores.

A ação evangelizadora envolve, ainda, pais e familiares, convidando-os a participarem de grupos ou reuniões voltados ao estudo de temas relacionados à vida em família, fundamentados à luz da Doutrina Espírita.

A relevância da tarefa é destacada por vários benfeitores espirituais, dentre eles, Guillon Ribeiro, ao afirmar que "é imperioso se reconheça na evangelização das almas tarefa da mais alta expressão na atualidade da Doutrina Espírita"; e Vianna de Carvalho,1 ao sintetizar que:

[...] à Evangelização Espírita Infantojuvenil cabe a indeclinável tarefa educacional de preparar os futuros cidadãos desde cedo, habilitando-os com as sublimes ferramentas do conhecimento e do amor para o desempenho dos compromissos que lhes cumprirá atender, edificando a nova sociedade do amanhã.


Quem é o Evangelizador?

Abençoados os lidadores da orientação espírita, entregando-se afanosos e de boa vontade ao plantio da boa semente!

Considerando-se que "o coração infantojuvenil é abençoado solo onde se deve albergar a sementeira de vida eterna", a evangelização espírita apresenta-se como verdadeiro campo de semeadura e o evangelizador como responsável semeador.

Sua ação deve ser pautada nos princípios da fraternidade, do afeto e da fidelidade doutrinária, de modo a oportunizar às crianças e aos jovens momentos de aprendizado e de convívio com vistas ao conhecimento espírita e à vivência dos ensinamentos de Jesus. Sensibilidade, coerência, empatia, responsabilidade, conhecimento, alegria e zelo são algumas das características dos evangelizadores que buscam a construção de espaços interativos de aprendizado e de confraternização junto aos evangelizandos.

Para tanto, o evangelizador deve valer-se da adequada e contínua preparação pedagógica e doutrinária,
para que ... não se estiolem sementes promissoras ante o solo propício, pela inadequação de métodos e técnicas de ensino, pela insipiência de conteúdos, pela ineficácia de um planejamento inoportuno e inadequado. Todo trabalho rende mais em mãos realmente habilitadas.

Mediante a relevância da ação evangelizadora, Bezerra de Menezes sintetiza o caminho a ser trilhado, afirmando que "com Jesus nos empreendimentos do Amor e com Kardec na força da Verdade, teremos toda orientação aos nossos passos, todo equilíbrio à nossa conduta", e convida a todos para abraçarem, com empenho e afinco, a tarefa de evangelização junto às almas infantojuvenis, "com a mesma ansiedade e presteza com que o agricultor cedo acorda para o arroteamento do solo, preparando a sementeira de suas esperanças para abundantes messes da colheita pretendida".


Opinião dos Espíritos sobre a Evangelização

"Contemplamos, assim, com otimismo e júbilo, o Movimento Espírita espraiando-se, cada vez mais, nos desideratos da evangelização, procurando, com grande empenho, alcançar o coração humano em meio ao torvelinho da desenfreada corrida do século? Tão significativa semeadura na direção do porvir!"

"Estamos, filhos, vendo os primeiros resultados da Campanha de Evangelização Espírita Infantojuvenil no Torrão Brasileiro.
Florescerá, por certo, a Árvore do Evangelho. Os campos verdes serão cobertos de extensas ramagens. Hão de surgir os frutos, após as flores. Tempo de crescimento, de floração!"

 
 
+ Espiritismo
 
 
grafitecom@gmail.com | (51) 3249.3700 – 99924.5300