Café com Ufos
 
Livros - Lançamentos e Dicas de Leitura
 
Entrevistas com Autores
 
Fotos de OVNIs
 
Casos Ufológicos
 
Galeria de Fotos
 
Vídeos Ufológicos
 
 
 
 
Clima
 
 
Arqueólogos desenterram a máscara do Rei Pakal ? o "Astronauta de Palenque"
* Clique na imagem, para ampliá-la.
 

O Rei Pakal foi referido como o "Astronauta de Palenque", por causa da gravura que foi encontrada na laje de seu sarcófago, que muitos autores afirmam ser a representação de um homem dentro de uma nave espacial.

Acredita-se que a máscara desenterrada em Palenque seja a primeira relíquia encontrada que retrata o poderoso governante, Pakal, ?El Grande?.

K?inich Janaab Pakal I - comumente referido como Pacal, ou Pacal, o Grande, era o governante da antiga cidade-estado de Palenque. Seu nome significa Escudo na linguagem maia clássica.

Ele é conhecido por ter reinado por um total de 68 anos, que é considerado o reinado mais longo da história da América.
O túmulo de Pakal foi fortemente ligado à hipótese dos ?astronautas da antiguidade?. No best-seller de Erich Von Daniken de 1968, Eram Deuses Astronautas?, a tampa do sarcófago foi reproduzida pelo autor que comparou o desenho a um homem dentro de uma nave espacial. Mais precisamente, Von Daniken comparou a tampa do sarcófago de Pakal com representações de astronautas dentro de espaçonaves durante o Projeto Mercury.

Von Daniken escreveu:
No centro desse quadro há um homem sentado, inclinando-se para a frente. Ele tem uma máscara no nariz, ele usa as duas mãos para manipular alguns controles, e o calcanhar do pé esquerdo está em uma espécie de pedal com diferentes ajustes. A parte traseira está separada dele; ele está sentado em uma cadeira complicada, e fora de todo esse quadro, você vê uma pequena chama como um escapamento ... "

Agora, os especialistas fizeram uma nova descoberta impressionante. Arqueólogos recuperaram uma máscara modelada que acredita-se representar K?inich Janaab Pakal I. A descoberta foi feita durante trabalhos de conservação e estudos arqueológicos no antigo local conhecido como El Palacio, na zona arqueológica de Palenque, em Chiapas, ( México). Especialistas relatam que, além da máscara, eles também encontraram objetos rituais, como figuras de cerâmica, ossos esculpidos e sílex.

O arqueólogo Arnoldo Gonzalez disse:
Não é uma representação de um deus. Depois de ver algumas imagens, é possível que seja Pakal, o Grande. Temos certeza disso neste momento.

Durante este processo, sob a cabeça (máscara) havia estatuetas, peças de cerâmica, pequenos pratos, um monte de ossos de peixe, que dá uma visão de uma possível relação com atividades aquáticas.

Além disso, de acordo com o Instituto Nacional de Antropologia e História do México (INAH), os arqueólogos também descobriram os restos de uma subestrutura no edifício, comumente referida como Casa C.

O busto do Rei Pakal foi descoberto durante o trabalho de conservação destinado a abordar o acúmulo de água no pátio leste da chamada Casa E, informa o INAH.

A descoberta é o resultado da primeira etapa de um projeto de conservação que o Ministério da Cultura do México, através do INAH, e com o apoio da Embaixada dos EUA no México, fez no sítio pré-colombiano.

 
 
+ Notícias
 
 
grafitecom@gmail.com | (51) 3249.3700 – 99924.5300