Escolha uma Página

Próxima B pode abrigar vida como a conhecemos

Existe um mundo alienígena chamado Próxima b, orbitando o Sistema Solar mais próximo da Terra, o qual pode hospedar a vida como a conhecemos. Um mundo não tão distante, localizado a cerca de 4,23 anos-luz da Terra, o exoplaneta é um dos mundos mais interessantes para os astrônomos estudarem.

Nos últimos anos, vários estudos científicos tentaram descobrir se aquele mundo alienígena atende aos requisitos necessários para hospedar a vida como a conhecemos. Embora muitos cientistas tenham concluído que o Próxima b poderia muito bem ser habitável, estudos recentes sugeriram que, devido aos efeitos hostis de sua estrela, o planeta poderia ser estéril e a vida muito

improvável. No entanto, um novo estudo parece sugerir o contrário.

Pesquisadores sugeriram recentemente que as explosões solares que atingem o planeta podem de fato ajudar o Próxima b a sustentar a vida. A estrela em torno da qual Próxima b orbita, Próxima Centauri, provou ser uma estrela fortemente flamejante, o que sugere que o planeta (ou planetas) que orbita a estrela está rodeado por um ambiente cósmico muito hostil.

Uma equipe liderada por Markus Scheucher, do Instituto de Tecnologia de Berlim, conduziu um estudo de habitabilidade do Próxima Centauri b, presumindo uma atmosfera semelhante à da Terra, sob um bombardeio de partículas estelares altas, com foco nas características de transmissão espectral.

Os pesquisadores escreveram em um comunicado:

Nossos resultados sugerem que, juntamente com o fluxo de energia estelar incidente, altos influxos de partículas podem levar ao aquecimento eficiente do planeta em climas temperados, limitando as quantidades de CH4, que, de outra forma, seriam antiestufa para esses planetas em torno de estrelas da classe M.

O Próxima b é o exoplaneta mais próximo do nosso Sistema Solar. O planeta orbita sua Anã Vermelha a uma distância de

aproximadamente 0,05 UA (7.500.000 km), com um período orbital de aproximadamente 11,2 dias terrestres.

Com uma massa estimada em 1,3 vez a da Terra, o exoplaneta foi submetido a vários estudos nos últimos anos, e os astrônomos ainda não estabeleceram definitivamente o índice de habitabilidade daquele mundo alienígena.

Apesar de muitos cientistas afirmarem que aquele mundo é provavelmente habitável e poderia ter desenvolvido a vida como a conhecemos, alguns estudos sugerem que o planeta está sujeito a pressões estelares de vento de aproximadamente 2.000 vezes as experimentadas na Terra. A radiação, assim como os ventos estelares, poderiam soprar qualquer atmosfera, deixando a superfície do planeta inóspita.

Confira nossa agenda 2020 atualizada!

Assista alguns vídeos de nosso canal!

A

Vídeo novo no canal. Assista agora mesmo!

Nossos parceiros

Nos siga nas redes sociais ou entre em contato conosco!

(51) 99924.5300

grafitecom@gmail.com

Seja sócio-contribuinte da Fraternidade
Mandar mensagem via WhatsApp