Fraternidade Cósmica
 
 
Café com Ufos
 
Livros - Lançamentos e Dicas de Leitura
 
Entrevistas com Autores
 
Fotos de OVNIs
 
Casos Ufológicos
 
Galeria de Fotos
 
Vídeos Ufológicos
 
 
 
 
Clima
 
 
Teorias sobre o Universo

Teoria do Big-Bang
A Teoria do Big-Bang admite que o Universo tem uma idade limite, da ordem de 15 ou 20 bilhões de anos e, portanto, existe um instante inicial em que o Universo foi criado.
Segundo essa teoria, há 15 ou 20 bilhões de anos uma fabulosa quantidade de energia estava localizada em uma esfera de diâmetro inferior a 1cm, denominada ovo cósmico ou singularidade.
Num dado instante (t = 0), toda essa energia, em rápida expansão, criou o Universo que se dilatou e se resfriou uniformemente.
A redução rápida de temperatura determinou as sucessivas transformações da energia liberada que se materializou na forma de partículas (quarks) e antipartículas (antiquarks). A matéria e a antimatéria se aniquilam, gerando uma quantidade enorme de energia na forma de fótons e obedecendo à equação de Einstein:
E = m.c². O excesso de matéria em relação à antimatéria deu origem ao Universo em que hoje vivemos.


Estado Estacionário
Em 1948, surgiu uma teoria denominada de "Teoria do Estado Estacionário", publicada em dois artigos na Inglaterra, um escrito por dois autores, o matemático Hermann Bondi e o astrofísico Thomas Gold; o outro assinado pelo cosmólogo Fred Hoyle. Esta teoria sustenta que o Universo, embora em expansão, sempre apresentou a mesma aparência, hipótese que é de uma simplicidade atraente..

Inflação Cósmica
Junto com a Teoria do Bing Bang, esta é uma das teorias mais aceitas e mais bem fundamentadas. Ela não desmente a teoria do Bing Bang e sim a complementa.
A teoria da inflação cósmica, popularmente conhecida como a teoria inflacionária, formulada pelo grande cosmólogo e físico americano Alan Guth, tenta explicar o surgimento do Universo segundo estudos de campos gravitacionais fortíssimos, como aqueles encontrados próximos a um buraco negro.
Esta teoria pressupõe que uma única força foi dividida em outras quatro forças, que hoje conhecemos como as quatro forças fundamentais do universo: força da gravidade, força eletromagnética, força nuclear forte e nuclear fraca. Essa divisão provocou a origem do universo. O impulso inicial durou um tempo praticamente nulo, mas foi tão violento que, apesar da força da gravidade retardar as galáxias, o universo ainda está em crescimento.

Teoria do Universo oscilante
A Teoria universo oscilante sustenta que o nosso universo seria o último de muitos surgidos no passado, após sucessivas explosões e contrações.
O momento em que o universo entra em colapso sobre si mesmo atraído pela sua própria gravidade, conhecido como Big Crunch, marca o fim do nosso universo e do nascimento de um novo.
Esta teoria foi apresentada pelo Professor Paul Steinhardt, um professor de física teórica da Universidade de Princeton.

 
 
+ Universo
 
 
grafitecom@gmail.com | (51) 3249.3700 – 99924.5300