Café com Ufos
 
Livros - Lançamentos e Dicas de Leitura
 
Entrevistas com Autores
 
Fotos de OVNIs
 
Casos Ufológicos
 
Galeria de Fotos
 
Vídeos Ufológicos
 
 
 
 
Clima
 
 
Cronologia na criação do Universo

a) Instante t = 0: instante inicial em que ocorreu o Big-Bang; a escala de distâncias vale zero, a densidade do universo é infinitamente elevada e não há ferramentas na Matemática ou na Física, que hoje conhecemos, para estudar este momento. O evento instante zero é tratado como uma singularidade no estudo da evolução do Universo.

b) Intervalo de tempo entre t = 0 e t = 10?43s: o que ocorreu neste intervalo é pura especulação teórica sem nenhuma possibilidade de comprovação através de observações físicas.


c) Intervalo de tempo entre t = 10?43s e t = 10?35s: neste curto intervalo de tempo os quarks e os antiquarks aniquilaram-se dando origem à radiação, na forma de fótons. A quantidade de quarks é maior que a de antiquarks, de modo a restar matéria na forma de quarks que deu origem ao Universo em que hoje vivemos.
O universo está-se resfriando, passando de uma temperatura de 1032K em t = 10?43s para a temperatura de 1027K em t = 10?35s.

d) No instante t = 10?30s: os quarks remanescentes do processo de aniquilamento começam a se fundir, dando origem aos prótons e nêutrons.


e) No instante t = 10?6s: a fusão dos quarks, originando prótons e nêutrons, é concluída e os quarks desaparecem.
Os prótons e nêutrons podem-se transmutar entre si e vão coexistir com elétrons e fótons.


f) Após o instante t = 1s: com a queda da temperatura, os prótons não podem mais se transmutar, o que não ocorre em relação aos nêutrons. É por isso que existem, até hoje, quatro vezes mais prótons do que nêutrons.

g) No intervalo de t = 10s a t = 500s: ocorrem as reações de fusão dos núcleos: 25% dos núcleos de hidrogênio transformam-se em hélio; um milésimo por cento é transformado em deutério e menos de um milionésimo por cento é transformado em lítio.
Ao fim de 3 minutos as transformações fundamentais já haviam ocorrido.

h) Entre 300.000 anos e 1 milhão de anos: a temperatura já é suficientemente baixa para que os elétrons comecem a se associar aos prótons para formar os átomos de hidrogênio.

i) Antes de atingir a idade de 1 bilhão de anos: a força gravitacional começou a agir e as primeiras galáxias apareceram.

 
 
+ Universo
 
 
grafitecom@gmail.com | (51) 3249.3700 – 99924.5300