Escolha uma Página

Físico olha com seriedade para fenômenos aéreos não identificados – OVNIs

Kevin Knuth

A academia tem demorado a abordar o fenômeno OVNI, possivelmente por medo do ridículo, mas mesmo isso está mudando. O professor Kevin Knuth é um professor associado de Física na Universidade de Albany. Entre outras coisas, ele é um ex-cientista pesquisador da NASA no Ames Research Center.

Knuth é o autor de um artigo intitulado “Estimating Flight Characteristics of Anomalous Unidentified Aerial Vehicles” (Estimando as Características de Voo de Veículos Aéreos Anômalos Não Identificados). O artigo incluiu estudos de caso de 1951 até os dias atuais, que incluíram avistamentos de objetos perto do porta-aviões USS Nimitz em 2004.

Todos os relatórios consistem em depoimentos confiáveis ​​de testemunhas oculares e, mais importante, dados de radar corroborando. No caso do Nimitz, os objetos foram rastreados no radar várias vezes, descendo de 28.000 pés, que é cerca de 8 quilômetros para cima, até o nível do mar em cerca de 0,7 segundo. Quão rápido é isso? Knuth fez as contas.

“Portanto, essas acelerações que estimamos foram da ordem de 5.000 Gs, o que é 5.000 vezes a aceleração da gravidade, algo realmente louco. Nossos caças só conseguem aguentar cerca de 13 Gs antes que as asas sejam arrancadas.” 

No ponto médio da descida, a nave estaria viajando a aproximadamente 56.000 quilômetros por hora no ar e sem um estrondo sônico. Knuth diz que está desapontado por não ter havido um estudo mais sério feito por cientistas.

Ele disse:

“Para mim é um pouco desconcertante. Passamos 70 anos, três quartos de século, em que essas coisas voaram em nosso espaço aéreo. Elas aparecem em bases militares. Elas aparecem em locais de armas nucleares e praticamente nada se sabe sobre elas. E eu olho para isso, eu acho que provavelmente, quando finalmente descobrirmos o que são essas coisas – essa será uma das maiores falhas de inteligência da história.” 

O que Knuth acredita ser a explicação mais provável para esses OVNIs? Ele diz que pode ser razoável supor que sejam construídos por um governo ou uma empresa aeroespacial.

Ele disse:

“… exceto por alguns pontos importantes. Um deles é que as acelerações são realmente anômalas, a ponto de não ficar claro como a física funcionaria nesse caso. Então, quem quer que tenha feito essas coisas teria que dar não apenas um salto tecnológico, mas seriam múltiplos saltos. E isso seria bastante surpreendente.

E seria surpreendente ter uma empresa ou uma nação que tivesse essa tecnologia, mas não a usasse. E, mais importante, essas coisas já foram observadas antes.”

Existem céticos. Alguns dizem que esses avistamentos são, na verdade, drones de baixa tecnologia ou até mesmo balões lançados por adversários que estão enganando os observadores. É claro, porém, que o governo dos EUA está preocupado…

Knuth disse antes do relatório sobre OVNIs do Pentágono ter sido liberado:

“Algumas dessas coisas podem ser um pouco chocantes demais para que possamos lidar com tudo de uma vez, então eles podem, em vez disso, tentar nos aliviar um pouco.”

E ele estava certo, embora existam muitas outras razões para eles não terem revelado tudo que sabem sobre os OVNIs.

Confira nosso canal no Youtube!

Faça sua doação ao Fraternidade Cósmica!

Nosso grupo precisa do seu apoio para que possamos oferecer a vocês os melhores conteúdos e eventos sobre Ufologia e Espiritualidade! Qualquer ajuda é bem-vinda